Em Mari, cultivares de mandioca/macaxeira plantadas no município apresentam excelentes resultados

A Secretaria Municipal do Desenvolvimento Econômico e Agrário/SMDEA, através do Projeto Propriedade Produtiva vem desenvolvendo várias ações destinadas aos agricultores familiares e produtores rurais, dentre elas o cultivo de mandioca com novas variedades que possuem elevado potencial produtivo, arquitetura favorável aos tratos culturais, facilidade na colheita, resistência às principais pragas e doenças, baixo teor de ácido cianídrico (HCN) nas raízes, boa qualidade culinária, teor mais elevado de carotenoides além de características de importância agronômica e tecnológica.

A utilização de cultivares geneticamente melhoradas, além de agregar as vantagens acima citadas, busca-se ainda o aumento na quantidade de amido e a inserção dos derivados da mandioca na categorias dos alimentos biofortificados, os quais são enriquecidos com licopeno, betacaroteno, Vitamina A, dentre outros benefícios.

As vantagens destacadas pelos produtores quanto ao melhor clone foram arquitetura, já que a ramificação alta facilita o plantio mecanizado e a cobertura do solo; disposição das raízes; cor da polpa mais amarela que o material encontrado no mercado decorrente de maior teor de carotenoides nas raízes (10,88 µg/gms contra 6,40 µg/gms); produtividade média de raízes de 40,98 toneladas/ha, superando a média nacional e do DF (16 t/ha), bem como a média obtida com o cultivo da japonesinha (30,30 t/ha); a maior e a menor produtividade entre os produtores (69,79 t/ha e 16,46 t/ha, respectivamente) foram superiores ao maior e ao menor rendimento obtidos com a japonesinha (62,55 t e 11,46 t/ha), afirma a EMBRAPA.

Em Mari, o município já conta com seis (6) materiais melhorados geneticamente pela EMBRAPA Mandioca Cruz das Almas Bahia; estão sendo adquiridos mais cindo (5) materiais, além de se trabalhar o melhoramento de três ou quatro variedades de mandioca/macaxeira existentes no Estado da Paraíba.

O Secretário Severino Ramo afirma que como resultados concreto do trabalho desenvolvido em sua pasta é possível registrar ações importantes, como a aquisição de implantação dos materiais de mandioca no município, parcerias com diversos órgãos ligados ao trabalho agropecuário, inclusão de 11 municípios no Arranjo Produtivo da Mandiocultura, elaboração do Plano de Desenvolvimento do Arranjo Produtivo da Mandiocultura (IDEP/UFPB), realização de seminários, Dias de Campo, analises e correção de solos, articulação com segmento empresarial com vistas a aquisição dos produtos e instalação de unidades de processamento e beneficiamento da mandioca, dentre outras ações afirmativas para o segmento.

Nesta semana foi realiza a 1ª Semana Paraibana da Mandiocultura, na qual participou o renomado especialista na cultura da mandioca, o Dr. Benedito Dutra, do Estado do Pará. No decorrer da semana de atividades, foram realizadas várias ações: reuniões, visitas de campo, palestras, análises de matérias (plantios) de mandioca e aulas práticas com novas técnicas para a produção de sementes e plantio de mandioca, nos municípios de Mari, Santa Rita, Bananeiras e Rio Tinto.

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento  Econômico e Agrário planeja realizar mais três ações com a presença do Dr. Benedito Dutra, especialista no assunto.

As fotos que acompanham a matéria registram o recebimento das sementes (mudas) de mandioca em tubetes e a avaliação por parte do especialista, quatro (4) meses depois do plantio. Segundo o Dr. Dutra, os resultados obtidos foram altamente positivos.

ASCOM

COM EXPRESSO PB

COMPARTILHAR