Em Mari (PB): PCCR do magistério enviado à Câmara pelo Poder Executivo é aprovado por unanimidade

A Prefeitura de Mari, Zona da Mata Paraibana encaminhou à Câmara Municipal, o Plano de Cargos, Carreira e Remuneração do Magistério, um antigo anseio da categoria, que começa a se tornar realidade pelo esforço da atual gestão municipal. A aprovação foi por unanimidade, e contou com a presença do Prefeito Antonio Gomes, da Secretária de Educação Rosemagna Cunha, sindicalistas e muitos professores. A câmara ficou completamente lotada. Entre os diversos avanços está a implantação de um piso salarial do magistério que será incrementado anualmente. Para 2019 haverá um impacto de cerca de R$ cem mil reais mensais sobre os atuais vencimentos da folha de pagamento dos professores

Segundo a Secretária de Educação, Esporte, Cultura e Lazer, Rosemagna Cunha, a aprovação do PCCR, “coloca o município de Mari numa posição positivamente diferenciada em relação aos demais municípios que ainda não implementaram essa política, garantindo que não seja mais uma prerrogativa, mas algo que seja efetivo na prática, como reflexo de uma política de governo que dá demonstração do compromisso que tem com o magistério municipal, além do mais, todas reivindicações da classe foram atendidas”, destacou

“O Projeto de Lei enviado à Câmara de Vereadores reflete o respeito e o reconhecimento da atual Gestão pelos servidores do magistério. O Plano de Cargos, Carreira e Remuneração objetiva estabelecer a valorização dos docentes, bem como, a melhoria do desempenho e da qualidade dos serviços prestados à população escolar do Município de Mari e, ainda, a eficácia e a continuidade da ação administrativa. Estamos fazendo o que é melhor para a população, para prefeitura e pela categoria”, afirmou o prefeito Antonio Gomes.

Em seus discursos os vereadores justificaram o motivo no atraso de cerca de 15 dias para apreciação do projeto e reafirmaram o compromisso com professores aprovando o PCCR, por unanimidade.

 

 

 

COMPARTILHAR