MUNICÍPIO DE MARI LANÇA PROJETO DE MELHORAMENTO GENÉTICO DE RUMINANTES, COMO ATIVIDADE DE IMPORTÂNCIA ECONÔMICA E SOCIAL

A Prefeitura de Mari, zona da Mata Paraibana, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Agrário – SMDEA, em parceria com a EMPAER realizou o lançamento do Projeto de Melhoramento Genético de Ruminantes, na escola municipal “O Nazareno”, centro da cidade.

O curso que contou com a assessoria do médico veterinário, da EMPAER, o Dr. Manoel Borges Pereira (Monoelito) e do gerente de agropecuária da SMDEA, Erick Paiva tem por objetivo o desenvolvimento da pecuária como atividade de importância econômica e social, buscando a estruturação das cadeias produtivas para gerar renda as famílias rurais; promover um processo de capacitação dos elos das cadeias produtivas; estabelecimento de parcerias visando o desenvolvimento do setor; introdução do melhoramento genético de bovinos, caprinos e de ovinos, seja para a produção de carnes e/ou de leite; prestação de uma assistência técnica comprometida com o desenvolvimento da agropecuária no município, na busca da viabilização dos negócios; e a adaptação de tecnologias e práticas de manejo sanitário, produção de pastagens e de forragens.

O Prefeito Antonio Gomes, que também é produtor rural,  enalteceu o trabalho que vem sendo desenvolvido pela SMDEA lembrando que o lançamento deste programa é inovador em Mari. “Tenho certeza que esse Projeto de alto nível servirá de referência para outros municípios, pois teremos dados fiéis que poderão contribuir com o melhoramento genético do nosso rebanho, assim como da região. Aproveito este momento para parabenizar toda equipe, através do secretário Ramo, que vem realizando um excelente trabalho junto a pasta da SMDEA”, destacou o prefeito.

Entusiasta de vários projetos para estimular de forma sustentável a cadeia produtiva da agropecuária no município de Mari, o secretário do Desenvolvimento Econômico e Agrário, Severino Ramo, disse que: “No dia seguinte ao lançamento do Projeto foram realizadas visitas técnicas aos produtores rurais que participaram do curso, com a finalidade de conhecer “in loco” a realidade de cada produtor e fornecer as primeiras orientações sobre a execução das ações do projeto, e que as referidas visitas serão realizadas periodicamente”, afirmou.

Havendo o interesse de outros criadores, os que não puderam participar do evento de lançamento, é só procurar a sede da SMDEA que está localizada ao lado do escritório local da EMPAER, na conhecida rua do Pastor.

Vários criadores de ruminantes participaram do evento, além de outros servidores da SMDEA.

COMPARTILHAR