Prefeitura de Mari realiza sua 1ª Exposição Agropecuária – EXPOAGROMARI

Visando realçar as ações desenvolvidas dentro do Projeto Propriedade Produtiva, o município de Mari, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Agrário, realizou a 1ª EXPOAGROMARI, realizada no centro da cidade, dentro dos eventos comemorativos aos 60 Anos de Emancipação Política do município, contando com importantes parcerias, a exemplo do SEBRAE, Sistema FAEPA/SENAR, OCB/SESCOOP ( COOPAZ, COOPTERA, COOPAFAB E COOPAF), UFPB/CCA-PRAC, Governo do Estado, através da GU (EMATER-EMEPA, Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Mari, da Cooperativa  Paraibana de Avicultura e Agricultura Familiar – COPAF; de expositores com produtos para

degustação, como: ISIS – LATICINIOS BELO VALE LTDA, CACHAÇA JUREMINHA e MORAIS LATICÍNIOS e no apoio a infraestrutura, a LIMPA FOSSAS MARIENSE, além da importante participação dos produtores rurais e empresários.

A ideia foi aproveitar o advento do aniversário do município, quando este estará completando 60 anos de Emancipação Política, no próximo dia 19, buscando também a valorização da participação de agricultores familiares, produtores, cooperativas e empresários rurais e da cidade, com vista a promover a participação e a integração da população rural e urbana, levando conhecimentos tecnológicos, além do compartilhamento destes com o público.

O prefeito Antonio Gomes, presente à Exposição, mostrou-se bastante satisfeito com o evento, tendo em vista a importância que o mesmo terá para o fortalecimento sustentável do setor produtiva no município. “A nossa região é marcada pela utilização de meio tradicionais para o manejo do trabalho, com técnicas de cultivo e criação que são passadas através das gerações, porém com esse evento, estaremos agregando ainda mais conhecimentos e tecnologias para nossos agricultores e produtores. Parabenizo a todos os envolvidos nesta brilhante festa”, pontuou o prefeito.

Em sua primeira edição, a EXPOAGROMARI  contou com uma vasta programação, com palestras sobre melhoramento genético e alimentação (métodos de conservação de forragens) dos rebanhos, confinamento de bovinos, exposição de eqüino com oficina sobre transferência de embrião, fitossanidade, sistema de cultivos de hortaliças, empreendedorismo rural, Cooperativismo, curso sobre o cultivo de arroz vermelho e branco no município (baseado no experimento realizado com esta cultura do município), exposição de artesanato, atrações culturais, concurso de da culinária regional, entre outros.

Além das ações desenvolvidas foram realizadas visitas demonstrativas, em quatro experimentos do Projeto Propriedade Produtiva, sendo eles: produção de forragens e ensilagem, de urucum, de mandioca e de batata doce. As visitas foram realizadas nas comunidades de Lagoa do Félix, Pirpiri, Sítio Tome e no Assentamento de Reforma Agrária, Zumbi do Palmares.

“O evento teve por objetivo principal contribuir para o desenvolvimento do sistema produtivo do município e estimular o mesmo para a região, por meio do uso de boas práticas de manejo de rebanhos e dos cultivos agrícolas, buscando ocupar um lugar de destaque na agropecuária, no artesanato e na gastronomia da região”, enfatizou Severino Ramo, Secretário da SMDEA. O secretário agradeceu a todos os parceiros pelo forte emprenho na realização do evento, sem o apoio deles não seria possível realizar o mesmo, enfatizou; agradeceu as empresas que colocaram os seus produtos e serviços à disposição dos participantes do evento, as diretoras das escolas particulares, municipais e estaduais, aos alunos e a toda a equipe que trabalhou incansavelmente para o sucesso da Exposição. E afirmou: no próximo teremos uma Exposição maior e melhor!

Estima-se que mais de 2.000 mil pessoas, incluindo técnicos, expositores, produtores e trabalhadores rurais, empresas públicas e privadas, além dos visitantes em geral estiveram presentes ao evento.

 

COMPARTILHAR