RESULTADO DA PRODUÇÃO DE SORGO NAS AÉREAS PRODUTIVAS EM PROPRIEDADES REFERÊNCIAS ESTÁ SENDO CONSIDERADO MUITO POSITIVO.

Nos dias 10 e 11 deste mês foi realizado o processo de ensilagem do sorgo que foi produzido através das ações desenvolvidas pelo Projeto Propriedade Produtiva da Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Agrário de Mari (SMDEA). A propriedade onde foi plantado o sorgo gigante boliviano (Agri 002E) fica localizada na comunidade de Lagoa do Félix, município de Mari-PB.

A colheita foi feita com 100 dias a partir do plantio (era para ter sido colhido aos 90 dias, porém as chuvas caídas no período não permitiram a colheita). A forma de ensilagem se deu através da técnica do uso de silo de superfície. “O silo de superfície é feito em cima do solo, sem a necessidade de escavação ou construção de estrutura, sendo, portanto de baixo custo. Nesse tipo de silo o material é acumulado e compactado sobre o solo, coberto com lona e preso por terra ou pneus”. Foi ensilada cerca de 40 toneladas de material, que irá servir de alimento para os rebanhos de ruminantes do produtor participante do Projeto Propriedade Produtivo.

Segundo o gerente de Agropecuária da SMDEA, o mestre em nutrição e produção animal, Erick Paiva, no segundo corte (colheita) do sorgo há a previsão de se colher 15 toneladas de material. Segundo ele, essa prática de ensilagem é fundamenta para conservar a qualidade nutricional da forragem, e ter alimento disponível para o rebanho no período de escassez. Com isso, o produtor vai poder ter uma produção animal constante, evitando um problema chamado efeito sanfona, que os animais engordam no período das chuvas, que tem pastagens disponíveis e perdem peso no período da seca.

Segundo os cálculos feitos por Erick Paiva e o gerente de Agricultura da SMDEA, o Mestre em Agronomia, Adelaido Pereira, o valor da produção do alimento é muito competitivo, visto que a tonelada ficou no valor de R$ 150,00 (R$ 15 centavos/ quilo), enquanto o mesmo produto no comércio gira em torno de R$ 400,00.

O trabalho da Secretaria municipal do Desenvolvimento Econômico e Agrário é desenvolver ações, que a partir da confirmação dos resultados positivos, possam ser replicadas em outras propriedades do nosso município.

COMPARTILHAR