Projeto Piloto: Propriedade Produtiva continua em ritmo acelerado no município de Mari/PB

A Prefeitura Municipal de Mari, Zona da Mata Paraibana, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Agrário (SMDEA), em parceria com o Centro de Ciências Agrárias da UFPB – Campus de Areia, EMEPA e EMATER, realizou importante reunião na manhã desta segunda-feira (17) no salão paroquial Bom Pastor, com objetivo de intensificar o andamento do Projeto Piloto: Propriedade Produtiva, o qual tem por finalidade a implantação de novas culturas agrícolas, melhoramentos das já existentes, além do fomento a criação de galinha caipira de postura e para o abate e a criação de Ovinos em consócio com frutíferas. O Projeto se destina aos agricultores familiares e produtores rurais.
Na ocasião foram abordadas e discutidas as potencialidades econômicas da visão de Sistema Produtivo que estão sendo incrementadas, tais como: A produção de Avicultura Caipira de Postura/corte, Frutiovinocultura, objetivando a otimização das propriedades, bem como do inclemento da produção agrícola e melhoria na renda dos trabalhadores/as envolvidos.
Conforme falou o prefeito Antonio Gomes, “o objetivo do Projeto Propriedade Produtiva é fortalecer o setor agropecuário, trabalhando a nossa realidade e acima de tudo oferecendo uma melhor qualidade de vida aos meus amigos e amigas agricultores familiares e isso me deixa muito feliz e satisfeito! Saber que a realidade financeira dos nossos agricultores e agricultoras em um curto espaço de tempo estará mudando para melhor, é motiva até de comemoração”, concluiu.

“Graças aos nossos parceiros EMEPA, Universidade Federal da Paraíba/CCA Areia e a EMATER, além dos nossos técnicos colaboradores, estamos imprimindo uma nova visão neste município de que é possível desenvolver um sistema produtivo de policultura com os agricultores familiares, gerando renda aos envolvidos no Projeto e ofertando produtos saudáveis e de qualidade a nós consumidores. Desde já, agradeço o empenho de todos”, ponderou Severino Ramos, Secretário da SMDEA.
Ao final da reunião diversos encaminhamentos foram propostos pelos participantes, como visitas e acompanhamento as propriedades dos produtores inscritos, orientação de manejo e orientações técnicas, implantação de novas áreas de cultivos com frutíferas, realização de análises de solo e a disponibilização de calcário, corte de terra, interpretação e recomendação para adubação.
Dentre os participantes, estiveram presentes, a Pesquisadora da EMEPA, Gerciane Cabral da Silva, a Pesquisadora e Professora do CCA/UFPB, Rejane Maria Nunes Mendonça, a Extensionista Social da Emater, Maria Bethânia Torres e o Médico Veterinário da Emater, Manuelito Borges ; também estiveram presentes, o Extensionista da EMATER, Ercilio Delgado, os Gerentes da SMDEA Erick Paiva e Olga Silva, o Assessor Executivo Marcondes Baltazar, o Diácono Antônio Severino e vários agricultores familiares e produtores ruaris. A reunião foi coordenada pelo Gerente de Recursos Naturais e Desenvolvimento Sustentáveis do município, Adelaido Araújo.

COMPARTILHAR