Triagem para cirurgia de catarata acontece pela segunda vez em Mari

O Município de Mari, através da Secretaria de Saúde, realizou na quarta-feira (10) no prédio do CEAS (anexo ao CEO), a II triagem para a realização da cirurgia de catarata. Na oportunidade foram atendidos 120 pacientes, destes,  81 foram diagnosticados com a enfermidade. Em um ano e nove meses de administração, a Gestão Municipal está possibilitando que centenas de pessoas possam enxergar melhor, visando identificar os pacientes que possuem a doença e precisam da cirurgia.

“Quero agradecer a confiança do prefeito Antonio Gomes, em nosso trabalho, a equipe que acompanha os nossos queridos pacientes, e a todos envolvidos nessa segunda etapa no tratamento da catarata dos marienses.  Nossa missão continua, dia após dia, sempre em busca de proporcionar uma saúde de qualidade a todos que precisam dos nossos serviços”, frisou a secretária de saúde,  Dra. Emanuelle Chaves.

Os pacientes foram atendidos pelo médico Oftalmologista Dr. Sidney França e sua equipe formada pelo Enfermeiro Dênis e pela Secretária Anita, na sede do CEAS. Em seguida, os diagnosticados com a doença, irão realizar os exames de sangue e parecer cardiológicos, que também serão ofertados pela secretaria de saúde municipal.

Saiba Mais:

A catarata é uma opacidade do cristalino. O cristalino é a lente que temos dentro do olho. Quando ela fica opaca, causa diminuição da visão e não melhora com o uso de óculos. A catarata pode ser congênita ou adquirida. A congênita é a que aparece em crianças e pode ser hereditária, causada por infecções, desordens metabólicas. A adquirida pode ter como causa a idade, o uso de medicamentos, inflamações, entre outras.

Os sintomas comuns da catarata incluem:

– Visão desfocada sem dor

– Troca frequente de lentes corretivas

– Ofuscamento

– As cores parecem menos vivas e com tons de marrom

– Visão deficiente à noite

– Sensibilidade à luz e a impressão constante de que a iluminação não está boa

 

A Mudança Chegou!

COMPARTILHAR